quinta-feira, 7 de julho de 2016

Uma de três possíveis decisões

                  Com base em duas passagens bíblicas, gostaria de falar-vos sobre uma de três escolhas ou decisões possíveis de ser tomadas. Uma delas é a que você está adotando. Vamos aos textos primeiramente.
Lucas 23.32 ao 43: “E também conduziram outros dois, que eram malfeitores, para com ele serem mortos. E, quando chegaram ao lugar chamado a Caveira, ali o crucificaram, e aos malfeitores, um à direita e outro à esquerda. E dizia Jesus: Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem. E, repartindo as suas vestes, lançaram sortes. E o povo estava olhando. E também os príncipes zombavam dele, dizendo: Aos outros salvou, salve-se a si mesmo, se este é o Cristo, o escolhido de Deus. E também os soldados o escarneciam, chegando-se a ele, e apresentando-lhe vinagre. 37  E dizendo: Se tu és o Rei dos Judeus, salva-te a ti mesmo. E também por cima dele, estava um título, escrito em letras gregas, romanas, e hebraicas: ESTE É O REI DOS JUDEUS. E um dos malfeitores que estavam pendurados blasfemava dele, dizendo: Se tu és o Cristo, salva-te a ti mesmo, e a nós. Respondendo, porém, o outro, repreendia-o, dizendo: Tu nem ainda temes a Deus, estando na mesma condenação? E nós, na verdade, com justiça, porque recebemos o que os nossos feitos mereciam; mas este nenhum mal fez. E disse a Jesus: Senhor, lembra-te de mim, quando entrares no teu reino. E disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no Paraíso.”
Apocalipse 3.15 a 17: “Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; quem dera foras frio ou quente! Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca. Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu;
Ambos são muito conhecidos no mundo cristão. Falam de escolhas. A primeira trata-se dos ladrões que foram crucificados ao lado de Jesus. Um deles queria aproveitar-se do poder de Deus para se livrar de sua condenação. O outro, por sua vez, conhecedor da lei terrena e sabendo que sua condenação era irreparável, apenas se humilhou e pediu a Jesus que se lembrasse dele para a salvação. Entende-se que, por isso, foi salvo pelo seu arrependimento. Não sabemos se ele havia ou não ouvido falar de Cristo ainda em vida. Tudo indica que isso tenha ocorrido, mas sua decisão de crer no Senhor Jesus só ocorreu naquele momento. Duas pessoas, duas decisões opostas.
O segundo texto é um dos mais citados do livro de Apocalipse. Jesus, por meio de sua exortação à igreja de Laodicéia (lembro que o livro de Colossenses foi também direcionado à igreja de Laodicéia, ou seja, ela teve uma ótima chance de se retratar com o Senhor, mas pelo visto não o fez – ver Col 4.16). Sempre temos a opção de decidirmos pelo que é mais correto, mas nem sempre assim fazemos. Quero aproveitar essa palavra  para mostrar algumas verdades bíblicas sobre as três possibilidades que temos e que uma delas é a que temos escolhido seguir.

 1) Nossa vida é feita de escolhas.

a. Escolher exige: resolução, sentença, firmeza, coragem. A pessoa escolhe uma direção. A pessoa tem opções, mas segue uma delas. Não é possível estar sobre dois caminhos distintos ao mesmo tempo.
b. Escolher, às vezes, não exige nada:  Apenas viver a vida. Fazer as coisas apenas como obrigações e pronto. Uma escolha passiva. A pessoa deixa a vida conduzir seus passos.
c. Escolhas erradas geram insucesso.
   Em Gênesis 25, temos uma história de decisões erradas. Mas uma escolha errada que até hoje tem consequências foi o desprezo que Esaú demonstrou em relação a algo de valor espiritual incomensurável, que era o seu direito devido à primogenitura. Observe:

“E disse Esaú: Eis que estou a ponto de morrer; para que me servirá a primogenitura? Então disse Jacó: Jura-me hoje. E jurou-lhe e vendeu a sua primogenitura a Jacó” Gen 25.32 e 33

Esaú vendeu o que não podia vender. Ele vendeu o que tinha de precioso. Ele deixou escapar a coisa mais sagrada que Deus o havia dado.

2) Três escolhas – três posições – três atitudes – uma você deve adotar.
a. Escolher ser um cristão de verdade. Que participa, que atua, que ajuda, que está presente, que vive a vida de santidade.
b. Escolher ser um cristão de mentira. Só vai a igreja. Frio. Não participa. Não atua. Não se importa com nada do Reino de Deus.
c. Ficar no meio. Essa escolha é pior. Por incrível que pareça, o texto em Apocalipse nos mostra isso. Isso foi mais insultante para o Senhor Jesus.

3) Exemplos bíblicos de homens que fizeram a escolha errada. Opção errada.

Esaú (escolheu entre a benção e um prato de comida)
Saul (escolheu desobedecer a Deus)
Sansão (escolheu entregar seu segredo a Dalila)
Jonas (escolheu ir a outra cidade)
Judas (escolheu o caminho da traição)
Pedro (escolheu negar a Jesus)

4) Exemplos bíblicos de homens que escolheram certo. Opção certa.
Abraão (escolheu obedecer)
José (escolheu ser fiel)
Davi (escolheu o caminho do coração contrito – decidiu obedecer)
Jesus (escolheu entregar sua vida)
Saulo (escolheu Jesus)

Pr Aureo R V Silva

Esta mensagem pode ser usada, impressa, republicada, mas qualquer que seja o uso deve-se citar a fonte.
Conheça nossa página no Facebook e curta RESTAURAÇÃO DA PALAVRA







Comments system