terça-feira, 25 de julho de 2017

O que tens preparado para quem será?



As pessoas que estão nas nossas igrejas, nos dias atuais, parecem ter se esquecido totalmente daquilo que é o mais certo em nossas vidas: iremos morrer – 1ª verdade; não sabemos quando – 2ª verdade. Eu falo por mim, pois muitas coisas que sinto, vivo, ou mesmo tenho como desejo, quase sempre não consideram a minha partida dessa terra. Olhe para os principais líderes evangélicos do Brasil (os que vivem na mídia), com raríssimas exceções, eu posso afirmar que a maioria vive com relógios caríssimos, mas quando digo caríssimos refiro-me a coisas que milionários compram.
Olhe para seus carros, suas casas, muitos só saem com guarda-costas, ou seja, aquilo que pregam, como simplicidade de vida, desprendimento das coisas da terra, vida eterna (quando pregam) e outros temas estão longe daquilo que a Bíblia diz. Pregam, mas não vivem nada do que pregam. Muitos cantores evangélicos em nada diferem de cantores seculares. Enfim, parece que a igreja tem se esquecido dessa porção da Palavra de Deus:
Lucas 12. 18 ao 22
18  E disse: Farei isto: Derrubarei os meus celeiros, e edificarei outros maiores, e ali recolherei todas as minhas novidades e os meus bens;
19  E direi a minha alma: Alma, tens em depósito muitos bens para muitos anos; descansa, come, bebe e folga.
20  Mas Deus lhe disse: Louco! esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será?
21  Assim é aquele que para si ajunta tesouros, e não é rico para com Deus.
22  E disse aos seus discípulos: Portanto vos digo: Não estejais apreensivos pela vossa vida, sobre o que comereis, nem pelo corpo, sobre o que vestireis.

Diante disso, independente de onde vives, independente de como está sua vida, se boa ou ruim, seus projetos pessoais, seus desejos, enfim, eu te pergunto: o que tens preparado para quem será? Eu me pergunto: o que tenho preparado para quem será?
Um grande pregador americano que vivia ensinando que a doutrina do arrebatamento era uma doutrina falsa, que, inclusive, influenciou muita gente no Brasil, morreu com 61 anos. Perdeu sua vida em um jatinho privado, com toda sua família junta. Sobrou um filho, que não estava no vôo. Observe que, na cabeça dele, Jesus ia demorar muitos e muitos anos para voltar e ele, muito provavelmente, não imaginava que iria partir com 61 anos. Talvez ele pensasse que viveria até os 90 ou 100 anos. Mas, para ele, Jesus voltou quando ele estava com 61 anos.
Nós pensamos assim também. Não temos o hábito de pensar que Jesus voltará hoje e arrebatará sua igreja (deveríamos ter esse sentimento, sim, desejar a volta do Senhor) e muito menos não imaginamos que hoje é o dia de nossa morte. Isso não passa pelos nossos pensamentos. Deveria, pois a palavra continua martelando: “o que tens preparado para quem será?”

Autor: Aureo R Vieira da Silva

Esta mensagem pode ser usada, impressa, republicada, mas qualquer que seja o uso deve-se citar a fonte.
Conheça nossa página no Facebook e curta RESTAURAÇÃO DA PALAVRA

Comments system